A Laws.Africa project
24 June 1985

Mozambique Government Gazette Series I supplement number 2 dated 1985-06-24 number 26

Download PDF (190.5 KB)
Page 1
24
  MSegunda-feira,17de Junho de 1985                                                                                I SÉRIE - Número 25




                                      BOLETIM DA REPÚBLICA
                                                    PUBLICAÇÃO OFICIAL DA REPÚBLICA POPULAR DE MOÇAMBIQUE



                           2.o SUPLEMENTO
IMPRENSA NACIONAL DE MOÇAMBIQUE                                                          Contra o colonialismo português, em diferentes trin-
                                                                                      cheiras no nosso continente, ergueram-se também mãos
                             A V I S O                                                fiaternas empunhando as armas pela mesma causa, con-
                                                                                      tra o inimigo comum
   A matéria a publicar no «Boletim da      Republica» deve ser remetida aro
cópia devidamente autenticada u m a por     c a d a a s s u n t o donde consto além      Assim, os Povos de Angola, Guiné-Bissau, Cabo Verde
d a s indicações necessárias para e s s a    efeito o averbamento seguinte            e São Tomé e Príncipe, dirigidos pelas suas vanguardas
assinado a autenticado Para publicação      n o «Boletim d a República»
                                                                                      revolucionarias, convergiram para este esforço comum
                                                                                      de derrubar o ultimo império colonial
                                                                                         De entre os dirigentes que se distinguiram na condu-
                           SUMARIO                                                    ção dos seus povos, destaca-se a figura do homem, do
                                                                                      militante, do revolucionário e servidor do povo, Aristides
            Comissão Permanente da Assembleia Popular,                                Maria Pereira
Resolução n.o 7/85                                                                       Companheiro da primeira hora do grande revolucio-
    Concede a Aristides Mana Pereira, Secretârio-Geral do                             nário africano que foi Amílcar Cabral, Aristides Mana
      Partido Africano para a Independência de Cabo Verde,                            Pereira fez parte do núcleo de nacionalistas que fundou
      PAICV e Presidente da Republica, de Cabo Verde, a Ordem                         o PAIGC, em Bissau, em 1956
      «Eduardo Mondlane» do 1o Grau
                                                                                         Desde esse momento histórico em que se forjou o ins-
                                                                                      trumento de libertação de Cabo Verde e da Guiné-Bissau,
                                                                                      Aristides Maria Pereira esteve na primeira linha de com-
                                                                                      bate, dedicando a sua vida inteiramente a exaltante tarefa
       COMISSÃO PERMANENTE DA ASSEMBLEIA POPULAR                                      de resgatar a Patria do jugo estrangeiro
                                                                                         Ao longo deste processo, Aristides Mana Pereira de-
                        Resolução n.° 7/85                                            monstrou invulgares qualidades de dirigente, tanto na defi-
                            de 24 de Junho                                            nição da estratégia da luta armada, no seio do Conselho de
                                                                                      Guerra, como na organização do trabalho partidário
   Ao celebrarmos a primeira década da nossa indepen-
dência recordamos o longo caminho percorrido que, desde                                  Aristides Maria Pereira dirigiu a delegação do PAIGC
a fundação da FRELIMO, em 25 de Junho de 1962, nos                                    à Conferência Constitutiva da CONCP, Conferência das
conduziu à libertação da Pátria e à consolidação da nos-                              Organizações Nacionalistas das Colónias Portuguesas, em
sa independência                                                                      Casablanca, em Abril de 1961 E, desde então, sempre
                                                                                      dedicou particular atenção à coordenação e à unidade de
   A luta que o Povo moçambicano travou contra o co-                                  acção entre os movimentos de vanguarda das colonias
lonialismo português, sob a direcção da FRELIMO, foi                                  portuguesas
rica de experiências, de exemplos de heroísmo revolucio-
                                                                                         Apôs o barbaro assassinato de Amílcar Cabral, sobre
 nário, de abnegação patriótica, de solidariedade activa                              ele recaiu a unânime escolha dos seus companheiros de
e militante                                                                           luta para o elevado cargo de Secretário-Geral do PAIGC
   Nesse combate pela afirmação da nossa personalidade                                   Aristides Maria Pereira soube, com clareza e determi-
aprendemos o calor da fraternidade de outros povos,                                   nação, continuar a obra de Cabral e conduzir o processo
 o valor do sacrifício que os explorados, noutras lati-                               libertador que culminou com a independência da Guiné-
tudes, aceitaram pelos mesmos objectivos que norteavam                                -Bissau e de Cabo Verde
o nosso destino.                                                                         Presidente da República de Cabo Verde e Secretário-
   Neste combate aprendemos, também, que a liberdade                                  -Geral do PAICV, Anstides Maria Pereira imprime o cu-
era uma exigência fundamental e uma conquista impe-                                   nho da sua personalidade no processo de consolidação da
riosa de todos os povos do Mundo                                                      Independência Nacional

Page 2
Download full gazette PDF